Me casei com um velhinho e daí?!

quinta-feira, 31 de julho de 2014

UOlá queridos leitores. Hoje quero propor um pensamento, na realidade refletir com vocês. O tema é a diferença de idade entre casais! S2


Hoje completamos meu marido e eu quatro anos de casados. E nesse tempo temos aprendido muito e vivido muitas coisas juntos, que com certeza não fosse a diferença de idade, não teríamos vivido. E por ainda passar por algumas situações que aconteceram no início de nossa relação, resolvi que já era tempo de compartilhar com vocês.

Muito se ouve falar sobre casais com diferença de idade. E muito se coloca em discussão se a relação vai funcionar ou não. Se ambos estão preparados para lidarem com as diferenças de gosto, cultura, geração e experiências vividas. Entretanto, pouco se fala sobre o mais importante, que é lidar com o preconceito das pessoas, com os olhares e pensamentos maldosos, com todos os julgamentos.


Uma das primeiras coisas que notei logo que comecei a namorar meu marido, foram os olhares e comentários maldosos. Não era incomum pessoas duvidarem de nossa relação. Muitos pensavam que eu estava dando um golpe( inclusive pessoas próximas), principalmente pelo fato dele ser suíço, e todo mundo cometer o equívoco de achar que todos os cidadãos suíços são ricos. 

As pessoas por aqui ainda hoje me olham, como se eu fosse uma oportunista, que para viver na Europa me casei com o primeiro que apareceu. Outros olham para o meu marido como se ele fosse um papa - anjo descarado. Ou simplesmente, acham que somos uns "sem noção" e não percebemos que o que estamos vivendo é uma loucura! Percebo isso claramente, quando participamos de uma festa, ou estamos com casais da mesma idade.


Outra coisa que me irrita demais, são as pessoa pretendendo achar que nos conhece, que tem o direito de nos dizer o que fazer, como viver, que devemos ter um filho, porque logo meu marido não poderá mais ser pai. Que ele vai acabar parecendo o avô de nossos filhos e blá blá blá! Parece que serão eles quem vão criar as crianças. Parece que nunca ouviram falar de adoção ou de mulheres que não desejam ser mães!

Eu não entendo por que as pessoas se incomodam tanto com os casais "incomuns", aliás as pessoas se incomodam com tudo que foge do padrão, qual elas mesmos impuseram a si mesmas! Ninguém realmente pode estar apaixonado? Tudo tem que ser interesse material? Ou pedofilia? Ou sacanagem? Eu sei que existem gente interesseira, tarados, etc e tals. Mas eu sei também que( embora seja clichê o que vou escrever aqui), o amor não necessita de regras ou padrões. Ele simplesmente acontece!

Então, antes de julgar um casal ou uma pessoa, lembre-se que você pode acabar vivendo um amor diferente, uma situação que jamais pensou em viver. Que as pessoas nasceram para serem felizes, independente de qualquer coisa, padrão ou imposição que a sociedade queira nos colocar. 

O importante é ser amado e ter alguém para amar. Isso já é uma Graça! :) 

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Já curtiu?

Popular Posts

Pensamentos


"Seja feliz com o que você já tem. O resto se consegue com o tempo!"

Mariana Lüdi

"A pedra que no papel nem serve para desenhar uma reta, dentro d'água faz círculos perfeitos!"

Heráclito

"Só ha duas maneiras de viver a vida; a primeira é vivê-la como se os milagres não existissem. A segunda é vivê-la como se tudo fosse um milagre."

Albert Einstein

"Pois nada que valha a pena provar pode ser provado, nem tampouco refutado; portanto, sê sábio. Adere sempre ao lado mais ensolarado da duvida!"

Lord Tenysson


Amigos Leitores

 
"O mundo de Mari" © 2012 | Designed by Bubble Shooter, in collaboration with Reseller Hosting , Forum Jual Beli and Business Solutions