Internet: Paraíso dos pedófilos.

sábado, 17 de dezembro de 2016

Olá meus queridos e minhas queridas, hoje quero chamar atenção de vocês para um assunto que é muito falado, mas não levado a sério como deveria. A pedofilia na internet!!!
Então, preparem-se, porque serei bem crítica... ahuahauha...


Bom, como vocês sabem, eu vivo na Suíça há alguns anos e algo que sempre me incomodou aqui, foi essa liberdade extrema que as crianças e adolescentes tem. Fico chocada cada vez que vejo crianças super pequenas fazerem trajetos que jamais eu teria feito na idade delas ou que eu jamais permitiria que meus filhos fizessem, E detalhe, eu não sou mãe. Quer dizer, só dos meus babys de quatro patas. Hehehe. Brincadeira a parte, não tenho filhos humanos, mas tenho sobrinhos e afilhada e sobrinhos de coração.

Além deles andarem sozinhos nas ruas, muitas vezes quando "acompanhados", os pais estão sempre distantes, não seguram o tempo todo na mão, de bicicleta, ao invés da criança ir na frente para os pais acompanharem, elas vão atrás dos pais, entre outras situações que não vem ao caso no momento, pois o que quero ressaltar, é que esta mesma liberdade permitida na vida "real", também é dada no mundo virtual.

Este ano, aconteceu um caso que chocou a Suíça. Um garoto de 12 anos foi vítima de pedofilia, ao entrar em contato com um alemão jogando Minicraft pela internet. Por incrível que pareça, o cara saiu da Alemanha exclusivamente para assediar o garoto e o levar consigo. Tudo isso porque, não houve orientação e cuidado necessários( pelo menos foi o que aparentou nas reportagens).

E é algo que se passa no mundo todo, no Brasil, diariamente. Pois muitas vezes os pais dão liberdade demais aos filhos, ou não entendem o suficiente de internet para proteger o computador da família, ou simplesmente são tão conservadores, que não orientam os filhos adequadamente.
O fato é, cada vez mais a internet está sendo usada por pedófilos como forma de se chegar às suas vítimas. Afinal, qualquer um pode montar um perfil fake,  fingindo ser uma outra criança ou adolescente. É muito fácil obter informações, pois as pessoas fazem das redes sociais um diário público, tem gente que coloca até o endereço e o telefone para quem quiser ver e por aí vai...


Hoje cada vez mais cedo uma criança tem um aparelho celular, na maioria das vezes com internet. Os pais muitas vezes não tem tempo para viagiar, para realmente saber com quem o filho está conversando, as vezes estão tão cansados ou tão desorientados, que nem mesmo se importam em checar essas coisas...

Não estou aqui julgando ninguém, só estou alertando você que está lendo essa postagem. Não seja inocente, não seja omisso e nem acredite em TUDO que seu filho disser, lembre-se você também já mentiu para os seus pais. Então se tiver que invadir um pouquinho a privacidade de seus filhos, para a segurança deles, que sim, que você invada. Claro, não precisa ficar paranoico, porém, também não confie demais, se trata de seus filhos. ;-)

E não esqueça de ter cuidado com o que você mesmo posta sobre seus filhos na internet. Vejo gente postando publicamente dezenas de fotos de seus filhos, as vezes até peladinhos, numa inocência absurda de que só os amigos vão ver aquelas fotos. Não se esqueçam que muitos pedófilos estão "difarçados" de tios, professores, primos, amigos da família e de pais! Muitos deles estão mais próximos do que imaginamos.

Essas fotos e informações que você posta, podem muito bem parar em outro lugar e seus filhos ficarem expostos. Por isso minha gente, Atenção!! A internet é uma ferramente maravilhosa, porém, se você usar sem o mínimo de cuidado necessário, também pode se tornar algo muito ruim. Então, faça o que seja necessário para proteger seus filhos e evite de passar por uma situação como a de centenas de crianças e adolescentes pelo mundo, como foi a desse garoto aqui na Suíça, apenas porque você não achou que iria acontecer com você...


Hidden, The Lunchbox e O Silêncio de Melinda

quinta-feira, 8 de dezembro de 2016

Olá galera, na postagem de hoje, indico a vocês três filmes super legais. Um deles inclusive está disponível no Youtube. Faz o maior tempão que os assisti, mas procrastinei para caralhoooo, e não postei antes. Igual, estou postando agora!


O primeiro deles é o Hidden, este filme é ainda considerado novo, acredito que é de 2015. Você pode alugar no Box da sua TV, ele não está disponível na Netflix. Então, você terá que procurar algum site por aí que tenha o filme disponível. Ok?!

Este filme é bem interessante, pode parecer monótono para algumas pessoas que estão acostumadas com suspenses mais voltados para ação. Este em questão é muito mais daquele tipo que brinca com a sua mente, que te faz imaginar de que diabos esta gente tem tanto medo? De quem eles se escondem?

Na realidade, o trailer é bem emocionante, e faz você esperar levar vários sustos durante o filme, mas a intenção mesmo é criar em sua imaginação a expectativa da revelação do que é a tal "coisa".

Eu posso garantir para vocês que é um filme muito bom, eu gostei muito. Principalmente do final, que é muito surpreendente, eu só não falarei muito a respeito, porque seria spoiler.
Vou deixar o trailer aqui para vocês, e depois que assistirem ou se já tiverem assistido, bora comentar.

O segundo filme The Lunchbox vocês terão que assistir online mesmo, é um filme independente indiano, que retrata o cotidiano de duas pessoas desconhecidas, quais ocasionalmente se "conhecem" e passam a trocar cartas diariamente. Mais do que isso, o filme mostra o perfeito sistema de entrega de quentinhas, muito utilizado na India.
O filme é bem monótono algumas vezes, não é aquele tipo de história que te faz suspirar ou que muda a sua vida. Mas traz muitas reflexões à tona, e te faz pensar em como coisas que aparentemente acontecem ao acaso, podem muito bem mudar seu destino ou sua forma de pensar.

Também gostei, de ter conhecido um lado da India que não vemos nas mídias. Um dia-a-dia que lembra muito a rotina de nós brasileiros. Crianças brincando nas ruas, os trens lotados, a insatisfação com a vida, e etc. Existe nessa obra uma sensibilidade, que nem todos os filmes são capazes de produzir. Recomendo!!



O terceiro e último filme de hoje é O Silêncio de Melinda, que encontrei por acaso no Tubes, e acabei assistindo. O filme conta com a atriz Kristen Stewart, fazendo a personagem principal. É um filme de certa forma antigo, se vê pela aparência da atriz que parece estar com seus 14 ou 15 anos de idade.

Enfim, o enredo conta a história de Melinda, uma garota extremamente quieta e calada, praticamente muda. A gente passa o filmo todo se perguntando: "o que há de errado com esta garota?""Por que ela não fala?

Confesso que dá um nervoso em alguns momentos, principalmente quando a causa do silêncio dela é revelada. Eu recomendo muito este filme para pais e responsaveis por crianças e adolescentes. É uma historia que nos ajuda a compreender que as mudanças de comportamentos das crianças ou adolescentes, sempre querem dizer alguma, e é preciso que fiquemos atentos.


Bom, tô postando o filme legendado completo aqui embaixo para vocês. Quem quiser assistir dublado, é só buscar lá no Tubes que tem okay galerinha?!! Espero vocês pra próxima dica de filmes, e claro comente a vontade sobre o que acharam dos filmes!! :-)


Paraolimpíadas da exclusão

segunda-feira, 19 de setembro de 2016

Olá meus queridos leitores, vocês curtiram as paraolimpíadas?


Acho que não, pois não tivemos como assistir não é mesmo?

Alguns de nós até que puderam: os que entraram na internet em sites ilegais para assistir à TV fechada online, com uma imagem de má qualidade, e correndo o risco de que seus computadores adquirissem algum tipo de vírus, ou aqueles que possui TV paga. Agora me diz se isso está certo? Se isto é aceitável, já que estamos falando do país sede?

Primeiro, a abertura e o fechamento não foram transmitidas pela TV aberta, assim como os jogos. Aqui na Suíça foi transmitida a abertura, e eu na inocênciaa, acreditei que os jogos também seriam. ENTRETANTO, assim como quase todas as emissoras abertas e fechadas também, só transmitiram compactos ou melhores momentos. 

ABSURDO! Que tal de inclusão social é essa que eles querem conseguir, quando nem uma abertura eles transmitem? Como eles esperam que as pessoas compreendam e se interessem, sem dar qualquer incentivo?

O que eu acho mais incrível, é o fato de mais de praticamente todos os ingressos terem sido vendidos, e as emissoras da tv brasileira, acreditar que nós brasileiros não teríamos interesse em assisitir as paraolimpíadas. Talvez muita gente nao se interesse, como ha muitos que nao gostam de esportes, mas ha muitas pessoas que gostariam de ter acompanhado os jogos. Eu sou uma delas, e varios amigos meus tambem. 

Os jogos paralimpicos nasceram com a ideia de promover a inclusão e a quebra de preconceitos, porém, se nem ser televisionado ele foi, como que as pessoas vão dar a devida importância?

Realmente, eu achei horrível nem mesmo oa país sede se preocupar em INDEPENDENTE de audiência ou nao, promover a tal inclusao, transmitindo os jogos como deveria ser. E para outras naçoes que nao sao sedes, fica a vergonha do mesmo jeito, de nao estar contribuindo nem um pouco para uma verdadeira inclusao social dessas pessoas e para a valorizaçao do esporte paralimpico como um todo. 

Por isso meus queridos, se você concorda comigo e estão tao revoltados quanto, por favor, bora pressionar as emissoras, cobrar a transmissão dos próximos jogos, demonstrar nossa indignaçao.
Quem sabe daqui pra frente eles se sensibilizam, e passam a entender que inclusao social nao é isso que eles estao fazendo nao.

Inclusão social está além de lucro, de audência e publicidade. E foi uma grande pena! Pois a equipe brasileira se saiu muito bem. Tanto a abertura e o fechamento, foram espetáculos maravilhosos. Fica aí nossa indignação no ar, esperando que em Tóquio, seja diferente...

Leitura: Homo Faber

terça-feira, 13 de setembro de 2016

Olá amantes da leitura, tudo bem?

Depois de tempos sem indicar livros para vocês, eis aqui uma dica muito interessante, pois se trata de um romance dos anos 60 e de um escritor suíço. Para variar um pouco né. Este livro é um clássico da literatura suíça, tipo daqueles titulos obrigatórios na escola. Eu o li em pouco menos de 10 dias, era uma versão de bolso.

No Brasil este livro é muito difícil de ser encontrado, pois ele só teve duas edições. Se você for fluente no inglês poderá adquirí-lo com mais facilidade. Se acompanha meu Insta ou a Fanpage no Face, sabe que eu o li em alemão mesmo. O que não foi uma tarefa tão fácil, mas ajudou a aprimorar muito meus conhecimentos no idioma.

Mas chega de trelelê e vamos para a resenha.
Homo Faber, de Max Frisch, é um dos livros mais importantes e mais lidos do século XX. Lançada em 1957, a obra é um relato em primeiro pessoa da história de Walter Faber, um engenheiro extremamente racional, cuja visão de mundo científica e tecnológica não consegue acomodar o acaso, o "irracional", ou seja, aquilo que não pode ser calculado. Ele se vê em um grande confronto "emocional" quando se envolve com uma mulher bem mais nova, qual possivelmente, pode ser sua filha. Entretanto, o que está colocado como pano de fundo é a própria identidade do homem moderno.
Bom galera, este "romance", não é desses convencionais. Na realidade o centro do enredo nem é bem o romance, e sim as reflexões apresentadas nele sobre a vida moderna e o comportamento das pessoas no novo século. O próprio personagem principal tem um comportamento e personalidade peculiares.

Eu achei a leitura interessante, mas claro que se tratar de um romance, eu esperava um pouco mais do desenrolar da "relação" dos dois. A gente já conhece várias dessas estorias, quantas novelas já assistimos com esse mesmo tema? Mas nelas tinha toda aquela emoção da descoberta de um possivel incesto e . No livro não fica claro em momento nenhum o que verdadeiramente está acontecendo entre os dois, ou se realmente algo aconteceu. O que de certa maneira, é o que faz da leitura fascinante.

Eu gostei muito dos detalhes que o autor traz sobre os lugares que os personagens passam, é uma riqueza de detalhes muito interessante, entretanto, a parte do romance de certa maneira deixa a desejar, principalmente no desenrolar da estória, que meio que acaba sem pé nem cabeça. Em alguns momentos é realmente bem confuso.

De qualquer maneira, recomendo a leitura. Ou se preferir, poderá também assistir ao filme. Eu só não tenho certezaf se tem alguma versão legendada em português. Eu pelo menos não consegui encontrar. O livro também não é muito fácil, de encontrar, mas aqui embaixo estou postando links de possíveis locais de compra.

Saraiva: http://www.saraiva.com.br/homo-faber-1629538.html

Estante Virtual: https://www.estantevirtual.com.br/b/max-frisch/homo-faber/347417133

Trailer em Alemão


Estereotipos Etnicos e raciais fora do Brasil!

domingo, 11 de setembro de 2016

Olá pessoas, hoje quero fazer uma crítica sobre o que nós brasileiros vivendo no exterior passamos, apenas por sermos brasileiros. É algo que também acontece no Brasil, com nós mulheres, negros e gays. Algumas vezes também com estrangeiros que vivem no país, porém, de uma forma diferente do que se passa aqui.

Antes de mais nada, se você ainda nao é um fã do Mundo de Mari, bora curtir a Fanpage no Face, Google Plus e seguir nas outras redes sociais. ;-)

Entao, vamos ao tema de hoje. Como voces sabem, eu moro na Suíça, inclusive para quem tiver interesse em saber o que é preciso pra viver aqui, é só acessar os vídeos sobre o tema lá no youtube, que você terá todas as informações necessárias. 
Continuando, eu moro na Suíça há 5 anos, e desde a primeira vez que coloquei meus pés aqui, tive que lidar com estereotipos etnicos e algumas vezes raciais. Isso sempre me incomodou e ainda me incomoda, saber que as pessoas em primeiro lugar me julgam por ser estrangeira, depois por ser brasileira, por ser negra e por ser mulher. 

Me incomoda quando muitas delas acreditam piamente, que todo brasileiro gosta de festa e barulho o tempo  todo, que só pensamos em beber, comer, dançar e transar. Que nós mulheres brasileiras somos quentes, estamos sempre prontas. Que nós latinas somos ciumentas, que temos o temperamento forte, ou que somos interesseiras, incultas, que tudo o que desejamos é um idiota europeu para nos enconstar... Como isso me irrita profundamente. Qualquer tipo de preconceito me irrita, e os estereotipos sao fundamentados em cima deles. 

Já cansei de ver o olhar surpreso, quando digo a um suíço que gosto de ler, de cinema, de estudar, quando falo sobre física quântica e outras nerdisses... É como se uma brasileira nunca pudesse ter tal interesse. Eles me olham e dizem, nossa você nao parece ser brasileira, ou quando eu digo que acho a Suíça muitas vezes entediante, aí nesse momento sou considerada uma brasileira. É hilario e ao mesmo tempo ridiculo. É como se eles nao conhecessesem nada sobre nós, e realmente nao conhecem, pois a TV europeia é cheia de clichês.

Eles até apresentam muitas coisas sobre a América do Sul, porém quase sempre do mesmo, seja falando de violência, corrupção ou de nossas festas. Mas são poucos os programas e reportagens que vão ao fundo, e mostram nossa realidade e nossa cultura como ela realmente é.
Não me entendam mal, e não achem que todos os suíços e europeus pensam isso sobre nós. Existem aqueles que sabem que não se pode generalizar nunca! E eu não faria isso aqui. Isto não é de jeito algum uma generalização e sim um desabafo de quem já foi muito esteriotipada dentro e fora do Brasil. 

O intuito desta postagem é apenas expressar esse sentimento de certa revolta, por entender que infelizmente, parece que as piores coisas sobre nós chegam aqui, ou as coisas mais fúteis. O brasileiro não é só corpo sarado, bom de dança e risonho. Nós somos criativos e super fortes. Nós somos pessoas esforçadas e inteligentes. E quando não o somos, é por uma cultura forçada, por não ter oportunidade ou por termos sido forçados a pensar que não existem mais possibilidades.

Então, quando você vir ao exterior, por favor, propague o melhor sobre nós, não saia falando mal da sua própria pátria. Você jamais vai escutar um gringo detonando seu país quando está fora dele. E quando você escutar um gringo falando mal do Brasil, quando ele não tem noção do que é nascer e crescer brasileiro, nos defenda!! Não é questão de patriotismo e sim de reconstrução de nossa autoestima, que foi destruida por anos e anos de repressão e má formação.

Enfim minha gente bonita, se eu for escrever tudo o que está guardado, isto se tornará um livro online, hahaha.  

Agradeço a quem leu até aqui, e peço o favor de que você compartilhe essa postagem, para que mais pessoas tomem consciência do seu conteúdo e entendam a importância da gente quebrar certos preconceitos e esteriótipos... Até a próxima!! 

Reflexāo: Sobre vida e morte

sexta-feira, 9 de setembro de 2016

Há algum tempo tenho me perguntado o que significa morrer, sobretudo se há realmente uma vida após a morte, quando muitas vezes parece que o mundo já está morto. Simplesmente a teoria dos zumbis estava certa.

Eu me pergunto, por que corremos e sofremos tanto? Por que desejamos coisas das quais não precisamos realmente, e por que nunca estamos satisfeitos com o que temos e com o que somos?

Eu tenho notado que nos últimos 5 ou 6 anos eu nâo tenho vivido e a maioria das pessoas das quais conheço também não, estão todas sobrevivendo, porque viver não é isso. Viver não é trabalhar e pagar contas, reclamar do preço das coisas, gastar mais do que pode, viver não é acordar cedo todos os dias, para ser explorado por quem pode viver.

Viver é muito mais do que isso, e tenho notado que quase ninguém mais tem vivido, nem mesmo as crianças. Estamos sempre preocupados com o futuro e tudo que fazemos é em busca de algo que não temos. Nos esquecemos de que a vida realmente passa muito rápido e quando nos damos conta, ja não temos mais tempo para resgatar aquilo que passou.


Você está ali apenas esperando o inevitável, e quando se da conta, acabou. E alguém tá morto, seu ente querido, seu amigo, seu chefe ou seu vizinho, você tá morto. E nada do que tente ou queira fazer vai adiantar, pois acabou e não tem volta.

Muitas pessoas já morreram mesmo estando vivas. Eu vejo pessoas no meu trabalho todos os dias,  que parecem já estarem mortas. Elas não estão nem mais sobrevivendo, elas estão vegetando. Elas não tem mais brilho, vontade, nada. Somente estão esperando para que o dia chegue, e elas não tenham mais que se levantar. Isso é triste. Isso é assustador.

Essas pessoas teoricamente tem tudo, mas estão mortas para a vida.

Sei lá pessoal, estou viajando pra caramba aqui, mas é só porque ninguém fala sobre isso, ninguém diz a você, que você não precisa morrer fisicamente para estar morto, ninguém diz a você que você está somente sobrevivendo. Porque viver e morrer são realmente outras coisas...

Os Vips de cá não são como os de lá

terça-feira, 6 de setembro de 2016

Olá galera, faz um tempao que não escrevo aqui no blog. Confesso que apesar de ter muito o que dizer, as vezes não tenho ânimo. Fora a correria do dia a dia e o fato de estar me preprando para mais uma prova de alemão. Então, tenho passado meu tempo livre estudando e acabo não tendo muito tempo para o blog e redes sociais.

Enfim, hoje quero falar de uma experiencia qual vivi esta última semana, que me fez constatar oquanto o Brasil ainda e aristocrata em varios semtidos.
Na última quinta-feira trabalhei como voluntária num evento esportivo aqui em Berna. Trabalhei na parte gastro Vip. Nossa função era atender as pessoas ali presente, os servindo, recolher garrafas vazias, etc e etc. Ou seja, garçonete.

Se fosse no Brasil, provavelmente, eu não teria tido o mesmo tratamento. As pessoas não me agradeceriam por serví-las, afinal o que elas pensam, é que não seria da minha obrigacao serví-las bem, elas são Vips. Acontece que aqui, não importa a sua posição ou trabalho, as pessoas reconhecem o que você faz e te agradece por isso. Nâo te olham de cima, e nem se sentem superiores apenas porque estão em uma área vip sendo servidas por você.

Eu sinceramente não entendo, porque brasileiro tem essa mania de querer inferiorizar o outro para se sentir melhor? Não pense que estou sendo injusta ou generalizando, acontece que estive recentemente no Brasil, e observei o tratamento das pessoas umas com as outras, é de uma falta de simpatia tremenda, sem falar na falta de educação.


E na área vip, é ainda pior. Porque brasileiro tem o velho preconceito de achar que alguém que exerça uma função abaixo da sua, ou que esteja o servindo, é inferior.

Bom, eu nem precisava estar lá, pois estava fazendo um trabalho voluntário, e muitas daquelas pessoas não o sabiam. De qualquer modo, me trataram muito mais do que bem. Me trataram com respeito, e isso faz toda a diferença.

ANALISE DO EUROPEU DE G.A. Feminino

sexta-feira, 17 de junho de 2016

Olá meus queridos, aqui segue a parte "dois" dessa postagem, na realidade aqui falarei da competição feminina. Se você ainda não leu sobre a masculina, clique aqui. Nela também tem informações importantes sobre algumas mudanças que ocorrerá aqui no blog e no canal. Bora ler!



Sobre a competição, ela aconteceu na primeira semana de junho, simultaneamente tivemos a competição das ginastas juniores. Este ano tivemos as finais por equipes e aparelhos para o seniors e para os juniores individual geral e aparelhos como comentei na ultima postagem.

Já nas qualificatórias tivemos duas surpresas, com uma excelente performance a equipe Suíça se classificou para a final por equipes entre as 3 primeiras colocadas e classificou suas atletas para várias finais. Também quem foi muito bem nas classificatórias, foi a equipe da Grã- Bretanha que ultrapassou a Rússia e se classificou em primeiro lugar.

Já na final por equipe a grande briga foi entre Rússia e Grã-Bretanha pelo ouro, e como já era esperado, a Suíça fez uma competição muito sólida e com poucas falhas, entretanto duas quedas foram extremamente relevantes e por muito pouco, ela não subiu ao pódio em terceiro lugar, perdendo este para a equipe francesa. Esta que demonstrou estar evoluindo muito, com exercícios bem executados e boas dificuldades.


O que mais me chamou a atenção, foi a pressão em cima da equipe Suíça, parecia que elas era a principal equipe do evento: Para vocês terem uma ideia, a mídia toda estava concentrada nela. Enquanto as duas equipes que verdadeiramente estavam brigando pelo ouro, não receberam tanta atenção. A equipe da Romênia competiu junto com a equipe Suíça, e apesar de ter se classificado na quarta posição, não teve o mesmo desempenho que nas qualificatórias.

Deu para perceber que a inexperiência das ginastas romenas, que são todas novinhas e novas na equipe, fez a diferença. E apesar de Catalina Ponor ter feito uma competição brilhante e ter apoiado firmemente sua equipe do início ao fim, se percebe que suas outras duas principais atletas Larisa Iordache e Diana Bulimar, estão fazendo muita falta. 

Uma equipe que também evoluiu muito, é a Hungria. Se classificaram para a final e conseguiram classificar ginastas para as finais por aparelho. Uma surpresa para mim foi encontrar a ex-ginasta ucraniana Alina Kozich, ela é uma das técnicas da equipe. Uma simpatia de pessoa, foi muito legal comigo, tiramos fotos e trocamos algumas palavras. Acredito que mais alguns anos e a equipe húngara vai retornar a ganhar medalhas.

Finais por aparelho 


Bom gymlovers, o que vou escrever agora não é nenhuma novidade, hehe. O maior destaque mesmo foi a ginasta suíça Giulia Steingruber, ganhadora de dois ouros, salto e solo, e detalhe, nos dois ela obteve notas acima dos 15 pontos. AInda participou da final de barras e poderia ter ido para a final de trave, mas teve duas quedas na qualificatória, e acabou ficando de fora. Provavelmente, teria também ganhado uma medalhe neste aparelho, já que a favorita Catalina Ponor teve uma sucessão de erros e foi superada por Aliya que ficou com o Ouro, com uma série um tanto simples, mas muito bem executada, e pela francesa Marine Boyer qual surpreendeu a todos com sua série impecável.

Nas barras já era de se esperar que o pódio ficasse entres as russas e a britânica Beckie Downie, assim como no salto a medalha da suíça já era esperada, pois era a única com dificuldade alta. O que surpreendeu foi o solo, aonde tivemos as apresentações mais fortes, entretanto, com muitas falhas e notas bem baixas. A única nota acima de quinze foi a da campeã, 15.200 pontos, as outras ginastas acabaram ficando com notas entre os 14 e poucos pontos. 

Também quem se destacou muito durante todo o campeonato foi a ginasta suíça Ilaria Kaeslin, irmã da ex-ginasta Ariella Kaeslin. Fez uma competição super sólida e por pouco não foi medalhista na trave, aliás, achei a nota dela muito baixa. No vídeo abaixo fica uma prova disso. 


Eu não falei a respeito dos juniores, então falando rapidamente, achei que eles foram muito bem, tanto o masculino quanto o feminino, e podemos esperar que em breve teremos nomes fortes advindos destes ginastas. Com destaques para as equipes russas, romenas e da Grã-Bretanha.

Agora comparando com nossas atletas, eu acredito que temos grandes chances, pois apesar da consistência das grandes equipes, não vi muita novidade em suas séries. E as equipes que brigam diretamente com o Brasil, estão bem abaixo da pontuaçao, por exemplo, que as meninas conseguiram no evento teste. Certeza que ainda precisamos melhorar algumas partes técnicas e aumentar as dificuldades para conseguir ir para a final por equipes e finais individuais, mas de um modo geral, creio que nossa equipe está a altura das outras e a briga vai ser muito boa.

E para concluir, foi uma competição maravilhosa, na qual as atletas mostraram que estão se preparando firmemente para os jogos de agosto. Acredito que esse foi dos europeus mais fortes que tivemos desde a ultima olimpíada.

Agora sobre os bastidores e tudo aquilo que não falei por aqui, vocês conferem no vídeo abaixo. Nele falo sobre o comportamento dos atletas, um pouco ainda sobre a competição em si e sobre minha experiência como voluntária e como foi incrível ter feito parte deste evento. Clique aqui para ler o artigo sobre a competição do masculino. Até mais!



Fotos: Fanpage Oficial do Campeonato e de arquivo pessoal.

Analise do Europeu de G.A. Masculino

Olá meus queridos e queridas! Como vocês sabem estou iniciando um novo quadro aqui no blog e também no canal, no qual falarei também sobre Ginástica Artística. A intenção é fazer uma junção de todos os meus projetos internéticos num só, afinal todos eles fazem parte do meu mundo e eu adoro!!

Se você está chegando agora, provavelmente me conhece por causa da página Eu amo Ginástica Artística, esta página logo em breve passará a se chamar Mari no Mundo da G.A. Mas não se preocupe que o conteúdo não vai mudar em nada, lá continuarei a falar sobre o mundo da ginástica, com a diferença é que também passarei a postar artigos e videos feitos por mim lá.

Agora chega de papo e vamos ao Europeu 2016.


A competição masculina aconteceu na primeira semana do europeu, simultaneamente tivemos os juniores competindo também. Este ano tivemos as finais por equipes e aparelhos para o seniors e para os juniores individual geral e aparelhos.

Já nas qualificatórias tivemos uma surpresa, com uma excelente performance a equipe Suíça de classificou para as finais entre as 3 primeiras colocadas e classificou seus atletas para várias finais. Também quem foi muito bem nas classificatórias, foi a equipe espanhola. Sem muitas dificuldades, mas sólidos em suas séries.

Já na final por equipes a grande briga foi entre Rússia e Grã-Bretanha pelo ouro, e surpreendendo a todos com a determinação, a Suíça fez uma competição muito sólida e com poucas falhas, o que a levou ao pódio em terceiro lugar, uma conquista inédita para o país que não tem tradição nesse esporte. A Espanha não teve o mesmo desempenho da qualificação, cometendo vários erros durante as rotações que se seguiam, acabou terminando a competição na oitava colocação. 


Quem se destacou muito durante a competição, foi o Oleg Verniaiev da Ucrânia, além de ter se qualificado para quase todas as finais por aparelho, levou a equipe a uma qualficação final muito boa. França e Alemanha também se destacaram, eles vem num ritmo de crescimento muito bom, e apresentaram boas dificuldades em determinados aparelhos. 

A equipe romena assim como no feminino acabou confirmando que realmente não estão no seu melhor momento. Apesar de que a equipe masculina romena, nunca teve o mesmo destaque e desempenho da feminina. Entretanto, mesmo Marian Dragulesco, que é especialista no salto e no solo, não demonstrou o mesmo desempenho de anos atrás. 

Mas de uma maneira geral, a competição foi bem acirrada e por muito pouco a Frã-Bretanha não levou o ouro. Foi uma competição de tirar o fôlego e o público contribui muito para isso. Nem parecia que a Suíça tinha ganhado o bronze e sim subido no lugar mais alto do pódio. Neste vídeo( Final por equipes completo) vocês podem tirar suas próprias conclusões a respeito. Hehe. 

Finais por Aparelho

Bom galera vou falar apenas de uma maneira geral, porque eu não pude acompanhar a competição completa, eu estava trabalhando e assisti algumas finais pela internet, e os dois ultimos aparelhos ao vivo. Portanto, tudo o que já escreveram por aí, é isso mesmo hehe. 

De um modo geral, achei que algumas séries não apresentaram tantas novidades ou dificuldades quanto se espera de um ano olímpico, porém, a concorrência entre os atletas masculinos é muito mais acirrada que no feminino e a camaradagem também é maior. 

Mais uma vez os destaques vão para os atletas da equipe suíça, que além de terem participado de varias finais, competiram muito bem e até ganharam medalhas. Novamente para o Oleg da Ucrânia que também participou de várias finais e ganhou o ouro no salto e prata nas barras paralelas. Ele também foi muito bem nas argolas, é um concorrente do Zanetti.


Comparando com os nossos atletas, eu acredito que temos grandes chances, pois apesar de eles estarem muito fortes no salto e na barra fixa, o Brasil tem especialistas nesses aparelhos e também nos outros. Como disse, até agora nenhum dos europeus conseguiu superar a nota e as dificuldades do Arthur Zanetti, e no solo também não vi grandes dificuldades de nenhum dos finalistas.

Em questão das equipes em si, é claro que ainda precisamos melhorar algumas partes técnicas e aumentar as dificuldades para conseguir ir para a final e finais individuais, mas de um modo geral, creio que nossa equipe está a altura das outras. E a briga vai ser muito boa.

E para fechar, foi uma competição incrível, e as grandes estrelas para a surpresa de todos, foram os atletas suíços. Mostraram um grande desenvolvimento e evolução, assim como uma garra muito grande. Eles estão classificados para as olimpíadas e competem direto com o Brasil, por isso, temos que ficar de olho, pois eles podem surpreender mais uma vez e não só se classificar para a final por equipe, mas também subirem ao pódio nas finais por aparelho.

Agora sobre os bastidores e tudo aquilo que não falei por aqui, vocês conferem no vídeo abaixo. Nele falo sobre o comportamento dos atletas, um pouco ainda sobre a competição em si e sobre minha experiência como voluntária e como foi incrível ter feito parte deste evento. Clique aqui para ler o artigo sobre a competição do feminino. Até mais!


Fotos: Fanpage Oficial do Campeonato e de arquivo pessoal.

Cinema- Filmes em Cartaz. P1

segunda-feira, 11 de abril de 2016

Olá meu povo que gosta de cinema! Hoje vou dar 3 dicas de filmes para vocês assistirem. São filmes que entraram praticamente esse mês em cartaz, quer dizer, pelo menos aqui na Suíça. Talvez aí sejam outros, porque os filmes as vezes chegam aqui bem depois que estreiam no Brasil.

Enfim, hoje os filmes escolhidos não são exatamente o tipo de filme que eu mais curto assistir, entretanto, são filmes legais para ver na telona por causa dos efeitos especiais. Vamo lá!!!

Superman vs Batman: Bom galera, esse filme em partes, era bem o que eu ja esperava, mas é bem interessante, porque a partir dele, vamos ter a origem da liga da justiça. Não sei se vocês estão a par, mas provavelmente teremos filmes da liga da justiça competindo com os vingadores( foi o que ouvi falar), e creio que haverá sim. Como fã do desenho, é claro que esperava que os atores se parecessem mais com os personagens, e que eles tivessem mantido algumas características da série, como por exemplo, não matar os inimigos. Tudo bem que o desenho é feito para crianças, entretanto, algumas coisas deveriam ser mantidas, para manter a essência da estoria.

Eu assisti em 3D e não recomendo, eu pessoalmente nao gosto de filmes em 3D, acho que em alguns momento as imagens ficam estranha, e cansa muito a vista, também acho muito escuro. Prefiro a versão normal mesmo, é, sou antiga! Hahaha...

De um modo geral, o filme é bem legal, tem bastante ação, e o ator que o filho do Lex Lutor é sensacional, tipo, interpreta bem demais. O final é o que na verdade mais surpreende e dá sentido ao filme, com certeza teremos a continuação!!


London has fallen – Bom, esse filme é na verdade, a continuação de Olympus has fallen, que eu achei um filmasso, sem contar o gostoso do ator principal, que velho, é gato demais né?! Hahaha e claro, a participação do fodão do Morgan Freemann. Exageros a parte, esse segundo filme também é muito bom, tem varios efeitos especiais muito bem elaborados e claro, a trama do filme é sensacional. O único problema, como em todos os filmes de ação, é que o mocinho nunca é atingido, tipo, o mundo explode, mas o mocinho tá lá, intacto. Hahaha... Tipo James Bond que nem a roupa fica suja... Ahuahuaaha

Daí você pode se perguntar, tenho que assistir o primeiro para entender este? Não necessariamente, é uma historia a parte, mas se você puder assistir ao outro antes, melhor. Você poderá até fazer algumas comparações entre os dois e se aproximar mais dos personagens. Eu recomendo, gostando ou não de filmes de ação, provavelmente, você ira gostar desse, por ser uma estoria atual. Para saber mais do filme só assistir abaixo o trailer.


Huntsman and the Ice Queen – Este filme também é uma continuação, lembra do Branca de neve e o caçador? Então, esta é a continuação, porém, não exatamente uma segunda parte, e sim meio que uma explicação de como tudo se iniciou e ao mesmo tempo uma continuação. No início do filme, eles mostram algumas cenas do primeiro filme, mas não espere que Branca de neve apareça, porque ela só é citada no filme.

Na minha opinião, este está melhor que o anterior, tem muito mais ação, e os personagens são mais excitantes, também está mais humorado, mas achei algumas piadas um tanto infantis. Também conta, com algumas cenas mais picantes e de certa maneira mais violentas.



Enfim, eu o recomendo caso você goste de filmes de fantasia. Não é aquela coisa, tipo, que vai fazer você suspirar, porém, de certa forma passa até uma mensagem sobre amor e confiança. De como a falta dele, ou de acreditar que ele existe, pode afetar totalmente o carater de uma pessoa.

E é isso pessoas. Espero que tenham gostado dessa pequena seleção. Em breve postarei mais dicas para vocês, então fiquem ligados aqui no blog e no canal. Beijos!!

Rejeição como lidar

domingo, 3 de abril de 2016

Olá meus queridos, hoje desejo fazer uma reflexão sobre rejeição, ou melhor, sobre nosso sentimento de rejeição, quando algo que queremos e que não depende da gente decidir ou quando alguém que queremos não nos quer, desperta tal sensação.


E por que isso acontece? Será que realmente fomos rejeitados, ou apenas não sabemos lidar com o não? Afinal, para se decepcionar é preciso em primeiro lugar esperar por algo, e é exatamente aí que erramos, na expectativa que criamos sobre tudo.

Ultimamente, eu tenho me sentido muito rejeitada, por várias coisas que tem se passado em minha vida desde o inicio do ano passado. Eu sempre procuro analisar o por que tenho certos sentimentos, e eu sou uma pessoa bastante auto suficiente e principalmente, segura. Entretanto, até uma pessoa com a personalidade forte como a minha, tende as vezes a se entregar a essa sensação.

Porque quando você vive e revive as mesmas decepçoes repetidas vezes, em algum momento, elas te afetam, e te afetam de tal modo, que nao conseguimos mais acreditar, acreditar que pode ser melhor, que pode ser diferente.
E como fazer para sair disso? Como lidar com tal sentimento?

Eu costumo pensar assim: nós buscamos o melhor, queremos o melhor, e pedimos o melhor em nossas orações. As vezes algo não dá certo, para que aprendamos algo, ou porque aquele trabalho, aquela peça, aquele grupo ou aquela pessoa, não pertence a você. Ou simplesmente, não é a hora. Você pode nao estar totalmente preparado(a) para receber isso, ou a outra pessoa nao é realmente aquela de quem você precisa. Você pode nao ter o que ela quer, ou o que ela precisa, e nao adiantará nada forçar. Você apenas sofrerá mais e pode acabar atrapalhando tudo ainda mais se insistir.

Eu entendo que ser "rejeitada(o)" não tem a ver com meu status, minha personalidade, se sou boa ou nao o bastante, se sou bela ou nao, inteligente ou nao. Apenas, naquele momento, ou para aquela pessoa, ou para aquela vaga, ou ... eu não tinha aquilo que era necessario, apenas nao era para ser. E isso nao deve diminuir o que eu sou e o que posso ser.

Para terminar, se você tem um sonho que depende de outros, continue tentando, nao desanime por levar alguns naos, eles fazem parte para construçao de nossa auto-confiança. E se como eu, você levou um pé, lembre-se que existem bilhões de pessoas no mundo, e que você não precisa se desesperar, porque se não foi dessa vez, é porque a pessoa merecedora do seu amor e do seu carinho, ainda não apareceu. Ou você ainda não a viu! ;-)

Fico por aqui, mas em breve volto a falar sobre o assunto mais especificamente no divã. Espero que tenha de alguma forma te ajudado. Até a proxima!!!

Cinema - Entre Abelhas e Que horas Ela Volta?

domingo, 20 de março de 2016

Olá galera, assunto de hoje é cinema brasileiro. Dois filmes maravilhosos, que irão te fazer ter varios tipos de emoção. É comum termos muitos filmes de comédia sendo lançados no Brasil, mas esses dois não são. Apesar de terem em seu elenco ótimos comediantes.


Para começar, quero ressaltar um pouco minha indignação com o preconceito que o cinema nacional sofre por parte dos patrocinadores e do publico. Que tem mania de dizer que somente os filmes de comedia no Brasil prestam. O que é um grande equivoco, pois existem tantos outros estilos de filmes que foram e estão sendo lançados tao bons quanto. Falarei mais a respeito em breve no canal. ;-)

Agora vamos a nossa pequena resenha de hoje.

Entre Abelhas - O filme é dirigido pelo Ian SBF diretor do Porta dos Fundos, o elenco é composto por Fabio Porchat, Leticia Lima, Luis Lobianco, Marcos Veras( todos também fazem parte do canal Porta dos Fundos) e a global Irene Ravache.


Ao contrario do que muitas pessoas acreditam, nao se trata de uma comédia em que o telespectador morrera de rir, e sim de uma bela comi-tragédia. Mais especificamente um drama com pingos de comédia. O enredo é bem particular, e ao longo da estória o telespectador começa a se fazer varias perguntas, afinal de contas o personagem principal, simplesmente para de ver as pessoas.

Eu achei essa pegada muito interessante, e diferente de tudo que ja foi produzido no Brasil. O filme nos leva sim a refletir, e até mesmo a filosofar sobre a vida. Nos faz imaginar como seria se acontecesse com a gente: parar de ver as pessoas!!

Eu recomendo que você assista, pois com certeza vai gostar. Como disse, nao espere uma comédia. porque nao é. Mas com certeza, você ira rir, se comover e talvez até chorar( para os mais sensíveis, hehe). É um filme maravilhoso, assista!

Que horas ela volta? -  Bom, esse filme deu o que falar nao é minha gente? Para quem ainda nao assistiu, esta perdendo um prato cheio. No elenco Regina Casé, Camila Mardila, Michel Joelsas, Lourenço Mutarelli e Karine Teles.

O filme com muitos ja sabem, conta a historia de Val interpretada por Regina Casé, uma empregada que vive na casa dos patroes e recebe sua filha vinda do nordeste para prestar o vestibular. Vocês poderam conferir mais sobre o enredo assistindo ao trailer abaixo.



O que eu quero ressaltar mesmo, é que o filme é muito, muito bom. Apesar de ter algumas cenas bastante monotonas, ele consegue prender nossa atençao de inicio ao fim, e nos provocar as mais diversas reaçoes e sentimentos.

Mais do que isso, revela a verdadeira cultura escravocata que a nossa classe média insiste em passar de geraçao em geraçao. E o pior, estamos tao acostumados com essa ideia, de ser normal, que nao nos damos conta, de que o trabalho domestico no Brasil além de abusivo, é praticamente trabalho escravo. 

Pois até uma agua a empregada tem que buscar para o patrão. Inclusive as cenas que mais me causaram revolta, foi as repetidas vezes que os moradores da casa entravam na cozinha para pedir a empregada que levasse um copo d'agua ou qualquer outra coisa, que obviamente os mesmos ja estando na cozinha poderiam se servirem sozinhos, mas não, é papel da escrava da empregada.

Não vou ficar contando o filme, vocês precisam assistir para tirarem a propria conclusão. Não é aquele super drama de cenas fortes e reviravoltas, e super momentos comoventes. Não é também um filme que a todo momento acontece aluma coisa, de certa forma, em alguns momentos é até monótono. Mas sim porque retrata realmente o dia-a-dia de uma casa de familia de classe média, e a rotina de uma doméstica.

Entretanto, certamente, esta história vai mexer com você. Até porque a inspiração da diretora, veio de sua própria experiência de vida. Vocês podem ler a respeito aqui onde escrevi uma postagem especial sobre Anna, qual com esse filme quis trazer a tona não somente a questão da exploração no trabalho doméstico, mas também o fato de muitos filhos serem criados por suas babás ou parentes.

É assistir e depois comentar o que você achou. Eu super recomendo!!

Leitura: Onze Minutos

segunda-feira, 18 de janeiro de 2016

Ola pessoas que gostam de ler. Demorei, mas terminei de ler "Onze Minutos", um livro sensacional que a partir de agora indico a vocês. Na realidade, eu terminei de lê-lo, faz mais de um mês, entretanto, não tive como escrever sobre ele antes. Pois, eu o li em alemão, e foi na mesma época da minha prova para o certificado que eu o terminei de ler.


O mais engraçado, foi ler um autor brasileiro em outro idioma. Hehe. Apesar de ter me envolvido muito na leitura, creio que teria sido ainda mais intenso, se o tivesse lido em PT. Porém, não atrapalhou em nada, amei do mesmo jeito. A foto acima, é da capa dele em alemão, fofa né?

Do autor Paulo Coelho, o livro Onze Minutos, conta a historia de Maria, uma garota cheia de sonhos, que ao ter a oportunidade de mudar sua realidade, embarca em uma viagem que transformará sua vida para sempre!

A história se passa em três cidades diferentes, duas no Brasil e uma na Suíça. Com isso, o leitor(a) tem a oportunidade de embarcar nessa viagem, e conhecer um pouco mais sobre elas. Como vocês sabem, ou não, Paulo Coelho, vive ha anos em Genebra. Então, ele sabe do que esta falando, hehe.

Para quem ja ouviu falar do livro alguma vez, ou ja leu algum resumo, resenha ou sinopse, pode pensar que se trata de uma historia comum, ou mais uma historia de uma prostituta. Massss, não, não é!

O que mais gostei, foi as diversas reflexões e questionamentos, que a personagem propõe a todo momento. Faz com que quebre-se o tabu da questão sobre a prostituição e sobre sexo, e ainda mais além, de que toda garota de programa é vulgar e sem sabedoria. É uma historia que nos eleva a refletir sobre nossa vida, nossos desejos, sonhos e personalidade. Sobretudo, sobre nossos preconceitos.

Eu que ja sou uma pessoa de mente bastante aberta, me surpreendi em alguns momentos, com certas frases e questionamentos que Maria nos traz. Perguntei a mim mesmo varias coisas, e percebi que não sou tão aberta assim para a vida quanto pensei... Oia!!!


Bom galera, não irei prolongar esta resenha, porque como sabem, gosto de apenas indicar a leitura e deixar que vocês descubram por si mesmo o que ela representa.
Eu so posso recomenda-la e dizer que sim, é um livro maravilhoso, e não tem nada de clichê. Pelo contrario, é uma historia inspiradora que com certeza vai mudar alguns de seus conceitos.

Boa leitura!!! E volte para contar o que achou. :-)

Já curtiu?

Popular Posts

Pensamentos


"Seja feliz com o que você já tem. O resto se consegue com o tempo!"

Mariana Lüdi

"A pedra que no papel nem serve para desenhar uma reta, dentro d'água faz círculos perfeitos!"

Heráclito

"Só ha duas maneiras de viver a vida; a primeira é vivê-la como se os milagres não existissem. A segunda é vivê-la como se tudo fosse um milagre."

Albert Einstein

"Pois nada que valha a pena provar pode ser provado, nem tampouco refutado; portanto, sê sábio. Adere sempre ao lado mais ensolarado da duvida!"

Lord Tenysson


Amigos Leitores

 
"O mundo de Mari" © 2012 | Designed by Bubble Shooter, in collaboration with Reseller Hosting , Forum Jual Beli and Business Solutions