Como lidar com a depressão de alguém que você ama?

quinta-feira, 11 de julho de 2019

Olá queridos leitores, hoje a postagem será profunda, pois tem cunho pessoal aqui.

Eu venho na realidade adiando fazer um Divã sobre o assunto. Porque sei lá, parece tão intimo esse assunto, que é como se nao pudesse falar dele no canal. Porém hoje, após assistir alguns videos sobre o assunto e ler varios e varios comentarios de pessoas que assim como eu, precisam de orientação por estarem passando pelo mesmo, resolvi ao menos escrever este desabafo, quem sabe ao menos eu consigo ajudar alguém a não se sentir tão só nessa luta contra esse inimigo invisivel?

 Bom ja tenho um relacionamento ha quase dois anos e meio, desde o inicio eu sabia da possibilidade do meu namorado entrar na fase depressiva, ja que ele sofre de transtorno bipolar, pelo menos foi o diagnostico que recebeu a mais ou menos 3 anos e meio.

Eu sendo uma pessoa positiva e de fé, sempre acreditei que se desse amor e apoio a ele, e que se ele se tratasse direitinho, possivelmente ele nao ficaria depressivo nunca mais. Ele por outro lado sempre teve esse receio. Resumidamente, o fato é que ele parou o tratamento com os medicamentos no ano passado em meados de serembro para outrubro e desde ali, foi caindo e caindo cada vez mais.

Passamos um mês no Brasil de férias, e nesse periodo ele parecia até estar bem. Teve algumas poucas crises, mais pelo choque cultural, mas ficou bem. Mas assim que pisamos de novo aqui na Suiça, a depressao dele foi ganhando e ganhando força, até que o venceu. Foi uma luta convencê-lo de se internar em uma clinica, pois ele estava convencido que nao ajudaria. So que para ele voltar com a medicaçao era meio que obrigatorio ele ir.

Ele passou um mês la, mas como teve reaçoes fortes ao antidepressivo nao quis mais toma-lo e nem tentar outro. E eis aí nosso drama, pois estou convencida que sem tomar um antidepressivo, ele nao vai conseguir sair dessa fase mais profunda. Mesmo com as outras terapias e com o litio, parece que o vai ajudar a equilibrar quimicamente sua funçao cerebral é sim o tratamento quimico, ou seja o antidepressivo.

Como varios de vocês, eu também tenho sofrido muito acompanhando tudo isso, pois muitas vezes nos sentimos impotentes e culpados por nao conseguimos ajudar e fazer mais. Por vezes eu so consigo chorar e chorar por horas. Ja passei dias e dias indo trabalhar morrendo de medo de deixa-lo sozinho. Sorte minha, tenho um gato maravilhoso que nos dá muito amor, e purifica nosso lar com sua energia pura. Ele fica o tempo todo com meu namorado quando ele fica de cama. É incrivel. E graças a isso, meu namorado teve companhia e nao fez besteira.

Ja sao praticamente 8 meses nessa luta que parece nao ter fim, isso consome minha energia, mal consigo fazer videos pro canal, porque nao tenho ânimo para fazer o video e nem pra editar. Meu canal e meus blogs nao crescem, porque nao tenho motivaçao alguma de postar e divulgar o conteudo. Aos pouquinhos sinto-me adoecendo junto com ele, eu o amo tanto, e só quero que ele fique bem, que volte a ser aquele cara jovial, alegre e animado, aquela pessoa que me conquistou, que é tao capaz  sabe. Eu fico assistindo ele se ferir desse jeito, fumando, as vezes abusa do alcool, as vezes dos calmantes, ou tudo junto.

Vejo essa resistência ao antidepressivo e nao progredir. Nao é falta de fé, nao é falta de acreditar e de incentivar. So que a depressao é uma doença tao maléfica, que a gente nao percebe, nao vê, nao toca, só sente, e ela vai consumindo mesmo como um câncer. E talvez seja ainda pior, pois ninguém questiona um tumor, mas todos questionam a depressao ou qualquer doença psicologica. Ai nos sentimos tao sozinhos, pois parece que ninguém nos entende.

Não entende a pessoa doente e nem a nós que insistimos em estar ao lado delas. Não entende, que nós a conhecemos e acreditamos nelas. Que queremos vencer essa luta com elas e por elas. Mas também por nós mesmos. Eu nunca tive alguém na minha vida a nao ser da minha familia, tipo familia nao parentes e meus amigos mais intimos mesmo. E as vezes nem eles fizeram, o que ele ja fez e faz por mim em seus momentos de lucidez. Como ele é bom para mim e para os outros sem medir esforços e sem cobrar.

Uma pessoa que mesmo nao me conhecendo a tanto tempo, realizou meus sonhos e mesmo nao estando muitas vezes 100 por cento, esteve do meu lado em varios momentos de dificuldade e desespero. Nao seria capaz de abandona-lo, mesmo quando ele se convence que é o que eu deveria fazer. Eu quero estar ao seu lado, mas muitas vezes nao sei como.

É é por isso, que escrevi essa postagem, pois o titulo é mesmo uma pergunta minha. Como lidar com a depressão de alguém que amamos? Pois eu, em muitos momentos como este em qual escrevo, não sei. Talvez vocês possam me dar uma luz, talvez compartilhando nossas experiências, podemos no minimo dar força um para o outro... eu os agradeço.

Comentários
0 Comentários

0 comentários:

Já curtiu?

Popular Posts

Pensamentos


"Seja feliz com o que você já tem. O resto se consegue com o tempo!"

Mariana Lüdi

"A pedra que no papel nem serve para desenhar uma reta, dentro d'água faz círculos perfeitos!"

Heráclito

"Só ha duas maneiras de viver a vida; a primeira é vivê-la como se os milagres não existissem. A segunda é vivê-la como se tudo fosse um milagre."

Albert Einstein

"Pois nada que valha a pena provar pode ser provado, nem tampouco refutado; portanto, sê sábio. Adere sempre ao lado mais ensolarado da duvida!"

Lord Tenysson


Amigos Leitores

 
"O mundo de Mari" © 2012 | Designed by Bubble Shooter, in collaboration with Reseller Hosting , Forum Jual Beli and Business Solutions