Deixe a menina ser puta!

sexta-feira, 16 de janeiro de 2015

Essa postagem deveria ter sido postada ano passado, maass não deu. Correria, probleminhas etc e tals. Como nada é muito tarde, então vamos a reflexão dessa semana.

Há muito tempo que venho me incomodando com os tipos de comentários maldosos e machistas, quando se diz respeito as mulheres independentes sexualmente falando. Eu vejo uma hipocrisia idiota e recalcada por parte de pessoas, quais muitas vezes agem da mesma forma, ou morrem de vontade de agir. E não entendo, por que em pleno 2015 a vida sexual alheia ainda é um fator predominante nas fofocas.


Ainda mais quando é para falar de uma moça ou mulher solteira. Não importa se esta paga suas contas em dia, estuda, trabalha, é honesta, entre outras qualidades. Se ela gosta de sexo, e tem uma vida sexual ativa com mais de um parceiro, pronto, ela é puta. E sendo puta, ela não presta. Não se dá ao respeito. Se fosse um homem, seria um homem galinha, sem vergonha, ah mas é homem é normal.

Então, eu me pergunto: É errado gostar de sexo? Porque sou mulher devo ser frigida? Quer dizer que para uma mulher ser considerada de respeito ela deve se casar ou namorar com apenas um homem? O que ha de errado em gostar de experimentar pessoas? Por que ser galinha deve ser um privilégio somente dos homens?

Enfim, eu no meu humilde pensamento, sei que somos de gêneros diferentes, mas somos seres humanos, portanto, com as mesmas necessidades fisiológicas. Por isso, se o homem gosta de novidade, sim, a mulher também gosta. Não estou falando de relacionamentos, dizendo, saia por ai e transe com todos, até porque se você for comprometido, provavelmente é porque você já cansou da bagunça e quer viver tradicionalmente ou não?


Estou colocando aqui um ponto de vista, sobre a liberdade sexual para nós mulheres. O direito de querer estar com mais de um parceiro, de estar com quem quisermos. Sem que nos taxem de vagabundas! E que nos respeitem como cidadãs que somos. Nos deixem usarmos a roupas que quisermos, dançar como bem entendermos, beijar, sair , dormir com quem e aonde der na nossa telha.

Afinal, se o maior problema do nosso mundo fosse mulheres putas, não conviveríamos com tanta violência, discriminação, problemas sociais e tantos outros fatores horríveis que acontecem diariamente em nossa sociedade. Dito isto, melhor você cuidar de sua vida, e das causas importantes e deixe sua colega, vizinha, prima, ou quem for a garota, em paz. Deixe a menina ser puta e vá ser feliz, gente feliz ao tem tempo para encher o saco!!


Peruíbe - A desigualdade mora aqui.

sábado, 10 de janeiro de 2015

Peruíbe é uma cidade litorânea do estado de São Paulo, é a última praia para quem vem da capital. Eu estou passando alguns dias aqui na casa da minha mãe, que finalmente realizou seu sonho de viver no litoral. Antes da casa própria, minha mãe teve que andar por ai pagando aluguel, e morando um tanto afastada da praia.

Agora ela esta vivendo mais próxima, e isso ajuda muito. Acontece, que esta postagem não é para falar sobre minhas férias, ou sobre como minha querida Mamis conseguiu comprar sua casa. Esta postagem, é para denunciar o descaso que a prefeitura tem com a cidade.

Em 4 anos que venho sempre visitar esta cidade, nada evoluiu. Para quem vive na avenida principal antes da praia, as ruas são asfaltadas e bem iluminadas. Se encontra diversos tipos de comércios, bancos, farmácias, lojas e restaurantes. De um certo bairro, até a beira da praia, tudo é muito bonito e luxuoso. E claramente, vemos que é porque são eles que "sustentam" a cidade. Mas entrando nos bairros, e quanto mais se afasta do centro, mais evidente fica a desigualdade. Ela é tanta, que se manifesta de uma rua para outra.

Só aqui próximo a casa da minha mãe, a discrepância é imensa. Vejam:


Enquanto, que as casas luxuosas do bairro central, permanecem intactas dessa poluição visual. Isso porque a maioria dos proprietários nem vivem aqui, só vem para temporadas. Quando chegam, usufruem dos melhores serviços. Contam com a estrutura que os moradores também deveriam contar. É vergonhoso!

Para uma cidade turística qual recebe todo ano , milhares de visitantes, e sabe que é assim, deveria estar melhor preparada e equipada. Pelo menos nesse ano, não faltou água, como já aconteceu em anos anteriores. Porém, a estrutura urbana, como saneamento básico, transporte, saúde e serviços, deixa muito a desejar. Isso porque a cada canto estão criando um novo condomínio e lotes para vender. Sera que eles contam aos investidores sobre esses problemas?


Ainda tem o fator, super população. A cada esquina, famílias com dezenas de filhos, vivendo em situação sub-humana. Se virando como podem. Muitos envolvidos com o crime e o vicio nas drogas. Você não pode se dar ao luxo de dormir com uma janela aberta, ou deixar sua casa sozinha por muito tempo, quando voltar, não terá mais nada. Sem contar os poucos comércios ao redor, quais acabam tendo que compensar a falta de trabalho do ano inteiro, em uma temporada, fazendo assim os preços subirem orbitadamente.

Não quero acabar com a cidade, fazer campanha contra. Peruíbe é um bom lugar para visitar e fazer férias. Entretanto, temos que nos alertar para esses fatores. O litoral paulista é extremamente lindo, porém, subjugado. Poderíamos ser como as grandes cidades praieiras turísticas do nosso Brasil, se houvessem mais investimentos e atenção por parte do Estado e das prefeituras.
Vou ficar por aqui, pois esta postagem já ficou gigante, mas outro dia volto a falar sobre esta cidade que necessita tanto de cuidados como tantas de nosso país. Que talvez um dia será meu lar hehe, gostaria de ter uma casa aqui. Quem sabe?

Espero apenas, que este texto sirva para você conhecer o outro lado do turismo, e se atenha a esses fatores antes de visitar Peruíbe ou a qualquer outra cidade nos mesmos padrões. Temos de fazer algo para mudar as injustiças e melhorar a qualidade de vida de todos nós. Mais fotos e mais sobre a cidade no site oficial. Até a próxima!

Livro: Mulheres Guerreiras

terça-feira, 6 de janeiro de 2015

Olá queridos leitores, hoje faço com prazer, mais uma resenha para vocês. E nada melhor do que começar o ano lendo um ótimo livro. Melhor ainda, ganhando um. Pois ao final desta postagem, explicarei para vocês como irá funcionar a promoção.

Eu escolhi este livro para sortear para vocês, pois ele se trata principalmente de motivação e experiência de vida. É um livro inspirador, qual creio ser uma ótima ferramente no estimulo para um inicio de ano e conclusão de projetos.

Autora: Fátima Rosalina Castelo Branco
Titulo: Mulheres Guerreiras
Gênero: Auto-ajuda, Historias de Vida, Motivacional
Paginas: 147 Editora: Pandorga Nacional

Sinopse: Este livro vai mostrar alguns trechos da historia de duas mulheres. Uma delas, a quem a autora chama de guerreira, hoje se encontra no acaso da vida, com seus 94 anos e uma energia vital inexplicável. Fala por intermédio do que aprendeu com ela, sobre juventude, atitudes positivas, exemplos de vida, tradições e comportamentos, origens, separação e dor, amor de alma, paixão, emoções, dinheiro, sonhos e planos, segredos, gratidão, motivação, medos.

Ganhei esta obra da autora qual foi uma simpatia desde o primeiro contato. É seu livro de estreia, e logo de primeira quero salientar que gostei muito do que vi. Uma capa bonita, diagramação impecável, escrita fluente e bem colocada. Isso já ganha muitos pontos com o leitor, pelo menos comigo sim.
Ela não me falou muito a respeito do enredo, apenas me disse que se tratava de uma historia de vida de mulheres guerreiras. Então comecei a leitura sem nenhuma pretensão, e aos poucos fui me surpreendendo.
Quando descobrimos o nosso talento divino, algo que possamos doar aos outros, tudo faz sentido, você experimenta uma das sete leis espirituais do sucesso. ( Lei do Dharma, segundo Deepak Chopra).
Nele encontramos 13 capítulos, cada qual tratando de assuntos diferentes, porém pertinentes a algum ponto de nossa vida. Com fragmentos interessantes e inspiradores como este acima, vamos refletindo junto com a autora. Ela vai colocando seus pareceres sobre determinados assuntos, todos cheios de motivação e aconselhamentos. Em um dos capítulos que fala sobre separação, gostei muito dos pontos de vistas apresentados, e da maneira como ela descreve cada um deles. no que fala sobre amor e paixão, colocações brilhantes sobre a importância do amor a si próprio e por um/seu projeto, por algo que lhe faça feliz.
Saber administrar a distância entre seus desejos e suas competências.
Encontramos reflexões sobre sonhos e a importância de tê-los e principalmente de correr atrás deles. O quanto é importante ter um objetivo de vida, uma inspiração, ou alguém que nos inspire. E principalmente, coragem para tentar realizar esses objetivos e sonhos. Ter foco, e caminhos de como fazer isso. Não ficar somente no campo do "será" e sim arregaçar as mangas e fazer acontecer.
Muitas das pessoas que vivem neste planeta NÃO SÃO FELIZES porque simplesmente não sabem o que querem e pior ainda, não sabem responder o que realmente as fazem felizes! Este número chega a mais de 50%.
Este livro tem um "Q" de "O segredo". Ele nos apresenta algumas "fórmulas" de como acelerar o processo da realização de sonhos. Faz menção a vários bons autores e livros, obras necessárias de se conhecer e ler. Me identifiquei com várias colocações que a autora faz, com muitos pontos de vistas e dicas que já apliquei a minha própria vida. Ao longo da leitura, parece que estava conversando com uma grande amiga.
A pior de todas as ambições é querer colher aquilo que não se plantou.
Dinheiro não preenche vazios na alma.
Para encerrar a resenha, quero ressaltar os capítulos que falam sobre dinheiro, medos e gratidão. Pois assim como nossa autora, creio que está tudo ligado. E é preciso saber dosar as coisas. Saber dosar nossos instintos cruéis e nossos medos. Sobretudo, buscar motivação e razões para lutarmos e buscar sermos felizes. Sempre lembrando que a gratidão é a melhor escolha que um ser humano pode ter.
Num contexto geral, a leitura nos traz muitas reflexões e questionamentos motivadores. Nos permite conhecer e nos aproximar da essência da autora a cada capítulo. não irei pontuar os pequenos itens de que não gostei, pois cada um deverá ter sua própria percepção e crítica. E também porque eles não desmerecem de nenhuma forma a obra em seu todo.


Para conhecer mais sobre a obra e a autora, eis aqui a página e o e-mail dela. Espero que tenham apreciado, e que concorram ao sorteio. E que esse livro seja tão inspirador para vocês tanto quanto foi para mim!!

Até a próxima resenha!!

Já curtiu?

Popular Posts

Pensamentos


"Seja feliz com o que você já tem. O resto se consegue com o tempo!"

Mariana Lüdi

"A pedra que no papel nem serve para desenhar uma reta, dentro d'água faz círculos perfeitos!"

Heráclito

"Só ha duas maneiras de viver a vida; a primeira é vivê-la como se os milagres não existissem. A segunda é vivê-la como se tudo fosse um milagre."

Albert Einstein

"Pois nada que valha a pena provar pode ser provado, nem tampouco refutado; portanto, sê sábio. Adere sempre ao lado mais ensolarado da duvida!"

Lord Tenysson


Amigos Leitores

 
"O mundo de Mari" © 2012 | Designed by Bubble Shooter, in collaboration with Reseller Hosting , Forum Jual Beli and Business Solutions