Quando a razão fala mais que o coração.

sábado, 29 de novembro de 2014

No mundo atual parece que tudo que fazemos é automático. Parece que estamos ligados 24 horas por dia numa tomada que regula e maneja nossas ações. O tempo todo nos vemos obrigados a agir racionalmente, e a calcular cada passo que damos rumo ao nosso futuro. Não há mais espaço nem tempo para pensar, repensar ou sentir. Temos que ser ágeis, e controlados, do contrário perdemos o bonde, e somos considerados ultrapassados.


E isso tudo acaba refletindo em nossas relações, e no modo como a consideramos e vivemos. Aos poucos eu noto que cada vez mais, ser romântico, gostar de alguém e embarcar em um relacionamento sério, está se tornando clichê e repudiado. Noto, que a cada vez que uma pessoa decide embarcar no mundo do amor, é taxado imediatamente pelos amigos, chefes, professores ou seja lá quem for, como tolo(a).

Mas o que não se percebe, é que somos seres de sentimentos e pensamentos. Todos necessitamos de carinho, atenção e o frio na barriga que somente uma paixão pode nos dar. Que nossos próprios instintos nos trai, nos deixa a mercer do desejo e da busca pela conservação da espécie. E deles, nâo podemos fugir. Mesmo quando hoje, sabemos todos que não precisamos de nenhuma ligação afetiva para tal.

E nesse mundo tecnológico, no qual as relações iniciam e terminam com a mesma velocidade de um clique, como ainda acreditar no amor? Como não deixar que somente a razão seja a nossa guia? Como nos mantermos fieis a ideia de que para toda panela existe uma tampa? Eu vou além, como acreditar que ainda conseguiremos manter uma união matrimonial até que a morte nos separe?


A todo momento me vejo sendo questionada por tais pensamentos. A todo momento me sinto forçada a refletir sobre a minha escolha de estar em um compromisso quando poderia estar galgando uma carreira acadêmica ou profissional. Sinto a pressão se formar ao meu redor, por ter tantas escolhas a minha frente, e ainda assim ter escolhido a menos "atrativa" aos olhos dessa nova mentalidade social, qual não sabe mais separar a importância da razão e da emoção, cada qual nos afetando balanceadamnete, ora uma, ora outra.

Por enquanto, vou deixando o coração ganhar essa parada. Vou permitindo que ele possa continuar a observar e sentir. Talvez um dia, eu descubra que ser racional me pouparia vários aborrecimentos e decepções. Ou talvez, eu apenas continue vivendo um dia de cada vez, sendo o que fui programada geneticamente: ser humana!

banner468x60_fm_mapa_foto_mai14zxbanner468x60_mf_mapa_foto_Agosto14zx

Cinema e Opinião - Lucy Completo

terça-feira, 25 de novembro de 2014

Uma pequena recomendação do filme Lucy. Se você está na dúvida entre assistir ou não  o vídeo abaixo irá te ajudar. 

Segue o link para assistir: Filme Completo.

Deixe seu comentário se você já o assistiu, dando sua opinião. Só atenção para não fazer Spoiler.

Até a próxima #dicadecinema!

Leitura - Rio 2054

segunda-feira, 24 de novembro de 2014

Olá queridos leitores, esta semana, uma resenha de um livro nacional, de um novo escritor brasileiro. Eu tenho me surpreendido com a quantidade de novos escritores que andam surgindo, e com a qualidade destes mesmos autores. E fico muito feliz em poder divulgá-los aqui.

Sinopse: No mundo de Rio 2054, gangues de motoqueiros lutam pela supremacia no submundo, intrigas e espionagem industrial movimentam as empresas que controlam a cidade e boa parcela da população vive sem acesso a condições básicas de vida. Neste ambiente hostil, o protagonista Miguel se vê obrigado a embarcar em uma jornada para proteger aqueles que ama. Do autor Jorge Lourenço, o enredo promete tirar o seu fôlego do início ao fim.


Encontrei por acaso este livro quando estava procurando por uma leitura do gênero ficção científica, e fiquei bastante curiosa ao saber que encontraria no livro não só elementos comuns ao estilo, como poderia enfim, me encontrar num cenário familiar. Pois, felizmente, tive a oportunidade de estar no Rio de Janeiro mais de uma vez.

Logo no prólogo, já tive um pouco da dimensão da leitura. E a medida que fui avançando nas páginas, comecei a mergulhar cada vez mais na estória, que de início, lembra muito filmes e livros já conhecidos, entretanto, com singularidades próprias do enredo. Aos poucos fui conhecendo as personagens e me aproximando delas, como se estivesse dentro daquele ambiente.


O livro nos leva a uma Rio de Janeiro caótica, cheia de violência e descaso. E ao mesmo tempo que nos remete a sociedade atual, nos leva a uma ainda mais egoísta e segregadora. A todo momento, consegui fazer comparações propostas nas entrelinhas pelo autor, entre os problemas sociais quais já vivemos, e áqueles propostos num futuro próximo.

O que eu mais gostei além do livro em si, foi poder me identificar com os ambientes descritos nele. Desde os lugares mais requintados até os mais simples e perigosos. Quando ele cita o Garage eu quase "morri" de excitação, não acreditava no que lia, ele descreveu perfeitamente o lugar, seus frequentadores e sua vibe. A mesma reação eu tive, não de excitação, mas de compaixão, quando ele cita a Vila Mimosa, qual, em 2054, parece ainda mais desesperadora e cruel.

Outro ponto muito interessante, são os autores e obras citados durante o livro. Temos desde música clássica a Beattles, escritores, cantores, bandas, e por aí vai. Em determinado momento, uma série de discussões filosóficas, quais me levou a refletir ainda mais sobre vida, sociedade, sonhos e felicidade. Uma reflexão ainda maior se faz, quando chegamos ao final do livro e nos damos conta que o que se passa em Rio 2054, já está acontecendo, e não estamos nos dando conta disso. 


Para finalizar, o livro traz muita ação, conspirações, aventura, dramas, romance e uma grande lição de amizade e senso de justiça. Nos remete a profunda reflexão e discussao da proximidade de nossa atual situaçao social com a que ocorre em 2054. Nos inspira a querer melhorar, e nos manifestar para que essa distopia não se torne jamais uma realidade ainda pior do que a que já vivemos agora.

Recomendo essa leitura incrível, e me sinto muito orgulhosa pelo autor Jorge Lourenço e sua obra. Desejo sinceramente, que ela seja ainda mais bem vista e que receba as excelentes avaliações que merece. Inclusive, me deixaria muito feliz ver um filme sendo lançado baseado neste livro. Daria um sucesso de público com certeza!

Para conhecer mais sobre o livro e a biografia do autor, acesse aqui. Você encontrará também outras resenhas, partes do livro, e aonde comprá-lo. Espero que tenham gostado dessa indicação, leiam o livro e retornem para comentar sua percepção. Até a próxima resenha!

GIF Livros - 468x60

Jogos Vorazes - A Esperança parte 1: Vale a pena assistir?

sexta-feira, 21 de novembro de 2014


Olá galera fã de cinema, e fã de Jogos Vorazes! Hoje, falarei excepcionamente duas vezes de cinema, pois no canal O Mundo de Mari, acabei de postar vídeo novo, falando do filme Lucy, clique aqui para assistir. Voltei do cinema há poucas horas, e tinha que resenhar o filme para quem deseja o assistir, e esteja por ventura com aquela dúvida: será que é tão bom quanto o trailer? Eu esperei o ano todo por este filme, como quase todos os fâs da "saga". E teria ido na pré  - estreia, se tivesse rolado uma por aqui. Então, hoje, fiz questão de ir na estreia e assistir em primeira mão.

Bom, antes de iniciar com a resenha, já aviso que a mesma conterá alguns "spoilers", por isso, se você não quer saber de absolutamente nada além do que foi mostrado no trailer, pare de ler por aqui. Caso não tenha assistido aos filmes interiores, clique aqui, para ler a resenha e acessar os links dos players. Não vou contar nenhuma parte crucial da estória, apenas fazer algumas comparações e expor duvidas, quais, ficaram no ar. Entretanto, pode ser que você prefira se surpreender, para o bem ou para o mal.


O filme inicia com Katniss tendo um pesadelo, estando em um lugar um tanto quanto estranho. Logo nas primeiras cenas, ja é possivel concluir que a revolução começou e custou muito caro para a população dos distritos. Julianne Moore aparece como a nova presidente e pelo que eu entendi, a mentora de toda a revolução. Eu assisti ao filme já dublado em alemão, por esta razão, não consegui entender exatamente de onde foi que realmente ela surgiu. Ao que parece, ela se tornará a próxima governadora de Panem, se os mesmos conseguirem vencer a guerra.

Diferente do trailer e de toda a expectativa criada em torno desta terceira parte, eu esperava mais. Muito mais açâo, como nos outros dois, e muito mais emoçao também. Durante todo o desenrolar da estória, quase não vemos a capital e o que se passa por lá, apenas o presidente junto com Pitae, aparecendo em propagandas políticas para conter o povo de Panem. Algumas cenas inclusive, mostradas nos trailers, não aparecem no filme. 


Eu não sei se foi porque assisti em alemâo, ou porque ter assistido aos trailers despertou uma imensa expectativa, mas não consegui ter aquela mesma conexão e me emocionar como foi com os outros filmes, ao que me pareceu, eles foram melhores. Este, foi mais uma introdução para o que virá, não é a toa que é somente a parte 1.

De realmente positivo, foram as críticas sociais nele contidas, os novos persongens que surgiram, e a revelação que todos esperavam, sim, a protagonista esta dividida entre dois amores. Deixando a estoria ainda mais bonita, ja que ela nâo só luta por toda uma população, porém também, para salvar o homem que ama da morte. 


Para concluir, respondo a pergunta acima no título da postagem: Sim, vale a pena assistir! Primeiro, porque apesar de não ter superado os dois anteriores, foi uma super produção digna de concorrer ao Oscar em efeitos especiais, fotografia, trilha sonora, enredo e tantas outras categorias. Segundo, porque se você não assistir a esta parte, não entenderá provavelmente a última, e terceiro, fâ que é fâ ta junto né?! Hehehe. 

Então, corre no cinema mais próximo de sua casa, assista e volte aqui para dar sua opinião. De uma maneira geral, o filme é muito bom e a interpretaçao de Jennifer Lawrence, mais uma vez, arrasou! 
Nos vemos na próxima postagem! 

Como evitar uma violência sexual

terça-feira, 18 de novembro de 2014

Antes de mais nada galera, quero deixar claro que a postagem a seguir foi tirada de um e-mail, cujo recebi há algum tempo. Nele não consta fontes, estatísticas ou quem o escreveu. Entretanto, quando o encontrei em minha caixa, relendo percebi, que todas essas "dicas" ainda fazem sentido, por isso, resolvi replicar aqui, como uma forma de ajudar a prevenir que esse tipo de violência aconteça com qualquer um de vocês que estejam prestes a ler essas linhas.

Lembrando, que, caso você seja vítima de qualquer tipo de violência sexual, deve denunciar. Ou aconselhar a vítima, que denuncie. E é sempre bom ficar atento, a um possível convívio com esse tipo de criminoso.

Um grupo de estupradores na prisão foi entrevistado para saber o que eles procuram em uma vítima potencial. Eis alguns fatos interessantes: 

1) A primeira coisa que eles olham em uma vítima potencial é o penteado.É mais provável que eles ataquem uma mulher com rabo-de-cavalo, coque, trança ou qualquer outro penteado que seja possível puxar mais facilmente. É provável também que ataquem mulheres com cabelos longos. Mulheres com cabelos curtos não são alvos comuns.

2) A segunda coisa que eles olham é a roupa. Eles vão olhar para mulheres em que a roupa seja fácil de tirar rapidamente. Eles também procuram mulheres falando no celular ou fazendo outras coisas enquanto anda - isto sinaliza que estão desatentas e desarmadas e podem ser facilmente apanhadas.

3) A hora do dia em que eles mais atacam e estupram mulheres é no começo da manhã, entre as 5:00h e 8:30 horas.

4) O lugar campeão para apanhar mulheres é o lugar onde ficam os estacionamentos de escritórios. Em segundo lugar, estão os banheiros públicos.

5) Somente 2% dos estupradores porta armas. Isto porque a pena para um estupro é de 3 a 5 anos de prisão - mas para estupro armado, é de 15 a 20 anos.

6) Estes homens procuram atacar de forma e em lugares que possam carregar a mulher rapidamente para um outro ponto, onde não tenham que se preocuparem ser pegos. Se você esboça qualquer reação de luta, eles costumam desistir em aproximadamente dois minutos: acham que não vale a pena, que é perda de tempo.

7) Disseram que não pegam mulheres que carregam guarda-chuvas ou objetos que possam ser usados como arma a uma certa distância (chaves não os intimidam, porque para ser usadas como arma, a vítima tem que deixá-los chegar muito perto).

8) Se alguém estiver seguindo você em uma rua ou em uma garagem ou se estiver com alguém suspeito em um elevador ou numa escadaria, olhe-o no rosto e pergunte alguma coisa, tipo "Que horas são?" Se ele for um estuprador, terá medo de ser posteriormente identificado e perderá o interesse em tê-la como vítima. A idéia é convencê-lo de que não vale a pena chegar em você.

9) Se alguém pular à sua frente, grite! A maioria dos estupradores disse que largaria uma mulher que gritasse ou que não tivesse medo de brigar com ele. Novamente: eles procuram por ALVOS FÁCEIS. Se você empunhar um spray de pimenta e gritar, poderá mantê-lo à distância e é provável que ele fuja.

10) Esteja sempre atenta ao que se passa à sua volta. Caso perceba algum comportamento estranho, não o ignore. Siga seus instintos. Você pode até descobrir que se enganou, ficar meio desnorteada no momento, mas pode ter certeza de que ficaria muito pior se o rapaz realmente atacasse.

11) Em qualquer situação de perigo, caso queira gritar, grite sempre FOGO!" e muito mais pessoas acudirão (curiosos). Caso seu grito seja "socorro!" a maioria das pessoas se omite, por medo.

É isso. Espero sinceramente, que de alguma forma ajude. E mais uma vez, peço que você tome muito cuidado, com quem sai, com quem coloca dentro de sua casa, principalmente se tive filhos. Quanto a questão das penas citadas acima, só posso dizer por enquanto, que é lamentável. Precisamos lutar para que o estupre seja considerado um crime hediondo.

Até a próxima postagem!

Leitura - Dançando sobre Cacos de Vidro

sexta-feira, 14 de novembro de 2014


Nesse vídeo faço uma curta resenha sobre o livro. É a primeira vez que faço este tipo de vídeo, e espero que gostem, pois farei mais vezes.

Se trata de um livro maravilhosa, e de uma leitura tranquila e fluente. Você com certeza vai gostar.
Quanto ao sorteio que cito no vídeo, já foi realizado, por isso, para concorrer, somente no próximo.
Assistam ao vídeo, e deixe seu comentário! :)



Resenha citada no vídeo: http://cafecomamigas.com/2014/11/opiniao-sobre-livros-dancando-sobre-cacos-de-vidro-ka-hancock/

GIF Livros Importados - 600x90

Vídeo Aula - Love the Way You Lie

quarta-feira, 12 de novembro de 2014

Neste vídeo, uma pequena vídeo aula para vocês, para quem toca violão. Era para eu ter postado esse vídeo aqui no blog antes, mas acabei esquecendo. Por isso, se você ainda não está inscrito no canal, se inscreva, e receba automaticamente os videos no seu email ou feed.

Eu gosto muito das músicas da Rihanna, pelo menos as mais pops e com pegada eletrõnica. Admiro muito o trabalho dela, e ela como pessoa. É uma das poucas artistas o momento que tem espontaneada, e não baseia suas atitudes só pensando em retorno de mídia.

Escolhi essa música, pois é uma das que mais gosto dela, e que sei tocar. Hahahaha. Espero que apreciem e compartilhem. Até a próxima!



Imagens deAdriana Fernandes

Receita - Bolo de Fubá sem Fubá

terça-feira, 11 de novembro de 2014

Olá queridos fãs de culinária. Hoje quero ensinar uma receitinha super fácil de fazer, que aprendi com minha irmã. Trata-se de um bolo de fubá sem fubá, e sem farinha de trigo. Calma, que eu já explico. Hehehe.

Como sabem, eu vivo na Suíça, e aqui não tem fubá, somente milharina, de diferentes tamanhos de grãos. Lembram muito a nossa canjiquinha. E podem substituir tranquilamente o fubá. Não só no caso de um bolo, como também para polentas e sopas.

Além disso, o milho faz bem a saúde, Protege as células, reduz os níveis de colesterol, ajuda a controlar o açúcar no sangue, ajuda a prevenir problemas cardíacos. E como a milharina é um derivado do milho, produz efeitos parecidos.

A receita que vou passar para vocês pode ser feita também com o fubá comum, porém, não sei como ficará o resultado final, pois eu ainda não testei com esse material. Por isso, se não ficar bom,a culpa não é minha. Hahahaha.

Ingredientes para um bolo pequeno, como o da foto.

  • 2 xícaras e meia de milharina.
  • 1 xícara de leite
  • Meia xícara de óleo ou margarina derretida.
  • 1 xícara de açúcar
  • 1 colher rasa de fermento em pó.
  • Erva doce para quem gostar.
  • 2 ovos grandes.

Bata tudo com a batedeira ou liquidificador, colocando os ovos, açucar e oleo, primeiro. E depois misture os outros ingredientes aos poucos, até formar uma massa uniforme. Nesse processo, já pode deixar o forno pré-aquecendo a 200 graus. Após untar a forma como de costume, coloque a massa, e asse em 170 graus. Se o seu forno não for muito bom, pode aumentar para 180 ou 190. Deixe assar por 30 min, sempre verificando com um palito ou garfo, para não queimar. E pronto. Só comer! 


O resultado final é esse da foto. Fica uma delícia, lembra muito a famosa broa de milho. Excelente para comer, tomando aquele cafezinho fresco. As bordas e a camada superior ficam mais crocantezinhas mesmo, então não se preocupe, se você verificar que o bolo já está corado, mas por dentro ainda esteja cru.

É isso galera. Espero que consigam fazer e que tenham gostado da dica. Até a próxima e bom apetite!

Cinco Tipos de Homem que nós adoramos!

segunda-feira, 10 de novembro de 2014

Olá pessoas, tudo bem? Nesta postagem quero destacar 5 tipos de homens que nós, seres que gostamos do sexo masculino, adoramos. É claro, que eu poderia citar alguns mais, ou que o conteúdo dessa postagem não é uma verdade absoluta, e nem um gosto universal. O conhecimento e inspiração para escrevê.la vem de experiências pessoais, e também das inúmeras conversas com amigos sobre o assunto, de filmes e programas de TV.


Estou me incluindo nesta postagem, porque apesar de estar casada, ainda tenho olhos e recordações. Kkkkk. Sério gente, não é porque uma pessoa se casa, que a mesma não pode falar sobre assuntos relacionados a sexo ou qualquer outro que uma solteira falaria numa boa. E por ser casada, e ter encontrado um homem que reune estas CINCO qualidades que comentarei aqui, tenho mais direito ainda de falar a respeito. Ahuahuahahua. Vamos lá!

1. Homens Cheirosos - Não há nada como um homem bem arrumado, educado e gentil. Mas se o mesmo não cheira bem, é o fim da picada! Não precisa tomar banho de perfume, é importante saber dosar a quantidade, para não causar o efeito contrário. Hehe. E muito importante a escolha do perfume. Ele deve combinar com o seu cheiro próprio, e com o clima, por isso, quando for procurar um perfume, se atente a essa regrinha. E saiba, com o perfume certo, no tom correto, você com certeza chamará a atenção. Pois, a melhor coisa é abraçar o nosso "gatinho" e levar conosco aquele cheiro só dele.


2. Homens que Dançam - Já perceberam como os homens que sabem dançar chamam a atenção pelas baladas e festas por onde passam? Podem ser baixinhos, carecas, magricelas, sem dente, o que for, mas se sabem dançar, sempre estão acompanhados. Isso se deve ao fato, das mulheres adorarem dançar, e nem sempre encontrarem um parceiro que também goste ou que dance igualmente bem. Os famosos "pé de valsa", fazem sucesso, porque além da dança, estão sempre sorrindo e costumam respeitar suas parceiras, aproveitando o momento e não o corpo da mulher. Já vi muitos deles se darem bem por isso. Eu adoro dançar, e uma das coisas que mais me chamou a atenção em meu marido, foi ele saber dançar. ;)


3. Homens Engraçados - Estar com um homem engraçado é muito bom. Nunca ficamos entediados, as discussões acabam em risadas, e os momentos tensos em piadas. Eles acabam topando qualquer programa que tire a relação do comodismo, e se acabarmos em um lugar ruim, eles fazem ficarem mais divertido. Nos fazem sentir mais confortáveis em momentos de embaraços. E conseguem conquistar nossa família e amigos mais facil do que os sérios ou não tão engraçados, hahaha. Eu sempre gostei dos engraçados, porque eu adoro brincar e fazer graça, não daria muito certo com alguém retraído e calado. Observo também, que os homens bem humorados e engraçados, tendem a serem mais companheiros e menos ciumentos, o que é ainda melhor.


4. Homens Gourmet - Ultimamente tenho visto que mais homens estão se interessando pela arte de cozinhar. Creio que eles perceberam, que uma coisa que pode definitivamente conquistar alguém, é saber que o seu parceiro sabe cozinhar. Eu, que nunca fui muito fã da cozinha, fiquei extremamente feliz, quando meu marido disse: Eu sei cozinhar, e gosto! Me senti aliviada em saber que não passaria minhas manhãs e noites, tendo como obrigação aprontar o rango, e de fato, quem mais cozinha aqui em casa, é ele. Atualmente, muitos homens estão usando esta "tática" para conquistar sua(seu) parceiro. E está funcionando. Eu acho um charme homens na cozinha, e considero um grande avanço contra o machismo, que fora o aceitamento de um chefe de cozinha, tem mantido as mulheres há séculos na beira do fogão. Então homens, cozinhe. 


5. Homens com Pegada - Definitivamente, se você é um homem que possui todos os quesitos acima, mas não tem pegada, você está ferrado! Lol. Falando francamente, há uma lenda de que as mulheres gostam de fazer amor e não sexo. De que as mulheres, gostam de carinho, e não curtem quando o homem é "agressivo" na cama. Bom, esta lenda está totalmente errada. As mulheres gostam sim, de ação. E, ter pegada, não significa ser grosso, machucar, dar tapas ou puxar cabelos, e sim fazer com que a pessoa que está com voce se sinta bem, a vontade e fique sem fôlego. É um conjunto de ações. Aquele homem que sabe conversar, tem um beijo envolvente, te abraça forte, e sabe te fazer querer. Eu nunca ouvi alguém me dizer que não gosta de uma boa pegada, mas já ouvi inúmeras vezes, reclamarem do cara que é bonzinho demais: ele não tem pegada. E é difícil, definir o que é a "pegada", porque tudo depende muito do momento, e das pessoas envolvidas. O que posso com certeza afirmar, é que se você não se encaixa em nenhum dos perfis anteriores, entretanto é o dono daquela bendita "pegada", estará com certeza, um passo a frente.


Então é isso. Fico por aqui por enquanto. Afinal, existem outros tantos tipos de homens que adoramos e merecem destaque tanto quanto os citados neste texto. Espero que tenham gostado deste tipo de postagem, que será mais frequente no blog a partir deste mês. Eu aguardo os comentários e sugestões para os próximos temas. Até mais e bora curtir nossos bofes adorados!!

Cinema - Jogos Vorazes

quinta-feira, 6 de novembro de 2014

Olá queridos fãs de cinema. Essa é uma postagem especial sobre este maravilhoso filme. Ou melhor, essa série de filmes, qual não fosse pela parte II, seria bem uma trilogia. Antes porém, para você que por algum motivo ainda não assistiu nenhum, ou não sabe do que estou falando, segue uma breve sinopse:

Jogos Vorazes é uma série de filmes americana baseada nos livros homônimos da autora americana Suzanne Collins. A série é distribuída pela Lionsgate e consiste em quatro filmes, iniciando com Jogos Vorazes e finalizando com A Esperança - Parte 2.(Wikipédia)

Eu demorei a assistir aos filmes, pois achava que se tratava de alguma animação, ou algo do gênero fantasia demais, e nada de uma boa estória. Mas me enganei por completo, felizmente!

O  primeiro filme é bem mais tocante, na minha opinião, pois traz uma batalha sangrenta entre crianças e adolescentes. Mostra uma perspectiva diferente e dura sobre a questão de um governo ditador, que a qualquer custo se faz manter no poder.  Além de abordar o egoísmo da sociedade dominante, qual mesmo consciente do quão errado são seus valores, pensam sempre neles mesmos.

Com certeza a abordagem deste primeiro, foi mais marcante e polêmica, por envolver crianças em uma arena lutando até a morte. Sugere uma imediata reflexão sobre as barbaridades quais já acontecerm em nosso dia-a-dia, não somente com crianças, mas de um modo geral com a população mais carente.

GIF DVDs - 600x90

Em Chamas, traz uma outra onda ao espectador, apesar de novamente haver lutas, desta vez não são entre crianças, mas sim com velhos jogadores. Entretanto, a marca principal desse filme é a revolução que está para acontecer. Fica no ar, o desejo de ver o governo ditador cair, e rola um mistério em torno disso. Sem contar, que as personagens principais se tornam ainda mais apaixonantes.

Eu curti muito essa segunda parte. Fiquei alucinada querendo assistir ao próximo. Até pensei em ler o livro, mas sabia que depois ver o filme seria decepcionante, já que nunca conseguem projetar no cinema a perfeição da literatura. E agora está chegando aos cinemas a continuação, para a alegria dos amantes tanto da série quanto da atriz Jennifer Lawrence.

O novo filme estreia nos cinemas dia 20/11 com pré-estreia 19/11. Está prometendo ser emocionante e cheio de ação e tudo o mais que esta grande obra traz. Abaixo tem o trailer de "A Esperança" e os links para assistir aos filmes anteriores completos para quem ainda não os assistiu ou deseja ver novamente.

Eu fico por aqui, e depois de assistir ao novo filme, volto para fazer uma resenha para vocês!

Assista clicando nos nomes Jogos Vorazes e Em Chamas.

Já curtiu?

Popular Posts

Pensamentos


"Seja feliz com o que você já tem. O resto se consegue com o tempo!"

Mariana Lüdi

"A pedra que no papel nem serve para desenhar uma reta, dentro d'água faz círculos perfeitos!"

Heráclito

"Só ha duas maneiras de viver a vida; a primeira é vivê-la como se os milagres não existissem. A segunda é vivê-la como se tudo fosse um milagre."

Albert Einstein

"Pois nada que valha a pena provar pode ser provado, nem tampouco refutado; portanto, sê sábio. Adere sempre ao lado mais ensolarado da duvida!"

Lord Tenysson


Amigos Leitores

 
"O mundo de Mari" © 2012 | Designed by Bubble Shooter, in collaboration with Reseller Hosting , Forum Jual Beli and Business Solutions